Translate

Loading...

Siga o Leão...

sábado, 20 de janeiro de 2018

A MUDANÇA ESTÁ DENTRO DE NÓS




31 de dezembro de 2014. Estava eu na 2ª Igreja Batista há apenas 2 horas para o início de um novo ano. Depois de vários cânticos maravilhosos e certeiros, entoados pelo grupo de louvor daquela igreja, veio aquela Palavra e porque não dizer  aquela carapuça, que por várias vezes amarro e não sei por quê, depois de algum tempo se solta ...

A Palavra estava no livro de êxodo, a história da luta engajada por Moisés para libertar o seu povo das garras do faraó do Egito. Deus dizia para ele ir diante do faraó e dizer que estava em nome dEle e que era para o faraó  libertar  o  seu povo. Mas Moisés dizia a Deus: Quem  sou  eu e que autoridade tenho eu para fazer com que o faraó me  obedeça?  E Deus insistiu tanto com Moisés, até que depois de várias tentativas, ele conseguiu seu  intento.

Esta história muitos de nós conhecemos, mas onde quero chegar é na reflexão que nos foi oferecida naquele culto de fim de ano, quando muitos de nós pedimos que o novo ano  seja melhor que o anterior, como se o simples fechamento de um calendário para abrir outro resolvesse nossos problemas por si só.  Muitas vezes esquecemo-nos que se há necessidade de mudanças, ela parte de cada um de nós, do nosso engajamento, da nossa humildade em reconhecer as nossas falhas, enfim, da nossa fé...

Voltando à história de Moisés, que não deve ser muito diferente da nossa, imaginem se ao fugir do Egito para o deserto, depois de matar um egípcio, Moisés morresse de fome e sede no deserto. A sua história terminaria ali ... Mas, não. Deus tinha um propósito na vida de Moisés, antes mesmo de nascer. Moisés, colocado num cesto rio abaixo para não ser morto pelos soldados a mando do faraó, que temia a vinda do Salvador era, na realidade, uma promessa de Deus para libertar o povo Hebreu. Da mesma forma que Deus tinha um propósito para a vida de Moisés, Ele tem para nossa.

Portanto, cada um de nós tem uma história ... uma história que só pode ser escrita por cada um de nós, sob a luz divina. O começo já está escrito. O fim vai ser de acordo com o meio. Assim sendo, cada um de nós tem que descobrir quem somos nós, o que fazemos, para que fazemos e onde queremos chegar.

Os anos se passaram e esta postagem permaneceu incompleta e no rascunho. Visitei este meu blog adormecido incontáveis vezes, parado na última postagem; a mais polêmica. Polêmica, porque "mudei de ideia muito rapidamente", na apreciação de tantos que viviam curtindo tudo que eu escrevia. Lógico, o que eu escrevia era o que os agradava e eu ainda não havia "errado". Errar não é nada fácil. E como o meu "erro" na concepção dos meus, naquele momento, carrascos, é imperdoável. Ganhei muitas pedradas.
Eu estava em processo de mudança, sim. Por isso, eu estava "errado". O tempo é o senhor de ...

A minha sensatez não me permitiu devolver aquelas pedras. Eu as recolhi, uma a uma, e construí uma barreira, uma espécie de redoma, o que me fez seguir em frente, magoado, mas tranquilo, feliz, orgulhoso, dedicado àquela causa confiada a mim...

A partir dali passei a experimentar uma nova vida longe dos holofotes das redes sociais; aquelas luzes foram se apagando e  aquele leão, transformado em gatinho pelos meus carrascos, escondeu-se em sua cova e se alimentou daquelas pedras, lapidadas em humildade, serenidade, sensatez e, principalmente, espiritualidade.

Quando me senti preparado, retornei com um outro blog, numa versão totalmente renovada. A partir do conhecimento da Palavra busquei um outro público, aquele que está sempre sendo apedrejado por falhar e reconhecer que é também um pecador e precisa ser resgatado. Então surgiu o malureventos.blogspot.com.br - Maranatha. Enquanto isso, o Leão de chácara adormecia ...

Os anos continuaram passando, até que chegou dezembro de 2016. E aí, uma nova mensagem de fim e início de um novo ano me ensinava: O ano que vem vai ser melhor! Aprendi que esta mudança está dentro de nós, mesmo. Aprendi que para que algo melhore, alguma mudança tem que acontecer e se eu mudar, tudo muda; ou seja, os últimos anos foram bons e o próximo tem tudo, realmente, para ser melhor. Experimentei tantas coisas maravilhosas neste hiato da minha vida: Enfrentei diversos desafios, nunca encontrados, na minha vida profissional; encontrei e aprendi a conhecer um Deus que me mostrou, claramente, que me ama; criei um novo blog; aposentei-me sem pendurar as chuteiras; tornei-me avô ... esta última, uma das melhores coisas que me aconteceram ...

Pois é, ... tudo isso levou-me a começar a despertar o LEÃO. É que desde o seu nascimento houve uma identificação entre nós que passa pela foto que representa o meu perfil no Google às características deste novo Leão despertado; um leão domado por Deus que, por mais que pensem o contrário, não perdeu nenhuma batalha. Aquele leão de chácara, vigilante, acusador, atrevido, arrogante e metido a besta não existe mais... Ele teve o seu tempo e a sua validade já venceu ...

Nasce um novo Leão. Se vocês não gostarem é uma pena!