Translate

Loading...

Siga o Leão...

segunda-feira, 19 de agosto de 2013


CIDADANIA, SIM!




Os manifestos que se alastraram por todo o país, quando o povo resolveu colocar para fora tudo aquilo que vinha sendo  reprimido, praticamente, de 20 anos para cá, se não serviu para que acontecessem mudanças radicais, pelo menos, está servindo para mostrar para os governantes que, chega, BASTA! Basta de corrupção, de impunidade, de indiferença à melhoria da qualidade da saúde, educação, transporte, segurança e moradia; que são as bases da sobrevivência humana.

Em Monlevade não poderia ser diferente. O povo foi às ruas manifestar toda a sua insatisfação com a política nacional, o que serviu de aprendizado para os protestos contra a política local. Devido ao fato de estarmos em "operação tartaruga" desde o dia 13 de maio, nós, professores, temos manifestado na porta da prefeitura, na câmara municipal, nas ruas e, ultimamente na AMEPI; numa tentativa de "desenhar" para administração municipal que se nega a negociar conosco, que não vamos voltar para a sala de aula de mãos vazias, não...

Mas, o manifesto que mais me emocionou foi o de sexta-feira, protagonizado pelos alunos do turno matutino do Centro Educacional: Eu estava chegando à escola, quando deparei com aquela turba ensurdecedora, aos gritos e apitos, dirigindo-se à prefeitura e, em seguida, à câmara Municipal, para protestarem em favor de um direito deles: Educação de Qualidade! Qualidade, sim; porque a partir do momento em que o tempo escolar é reduzido, logicamente que há uma queda substancial na qualidade do trabalho docente. E mesmo que não tenham feito o protesto em solidariedade à nossa causa e, sim, pelas complicações que a operação tartaruga pode trazer para a organização de sua vida escolar - como algumas pessoas alegam -  o manifesto deles não deixou de ser legítimo, de ter o seu valor. O que eles fizeram, vale mais que qualquer aula ministrada. Poderia, assim, dizer que neste dia eles trocaram de lugar com muito professor, dando uma verdadeira aula de cidadania.

E se algum dia, alguém não souber descrever o que aqueles bravos alunos sentiram, basta observar a foto acima. De maneira que o dia 16 de agosto seja registrado nas mentes do nosso povo e na história de nossa escola, o que se viu: Um verdadeiro exemplo de protagonismo juvenil, apontando para nós que ... "Verás que um filho teu não foge à luta." Jamais!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo !! Seu comentário é muito importante!