Translate

Loading...

Siga o Leão...

segunda-feira, 22 de julho de 2013

CRÔNICA PRETA E BRANCA

Já há um bom tempo que venho pensando em escrever uma crônica para os torcedores de um time qualquer. Não porque sejam mais importantes que eu  e nem porque o seu time seja melhor que o meu. Sim, pelo fato de os mesmos serem os mais apaixonados: Aquele tipo de amante que quanto mais apanha, mais ama, mais se apaixona; e quando surge uma esperança de ter uma  retribuição maior pela sua paixão, mais ama, mais se apaixona, mesmo que apanhe novamente ...

O mais interessante é falar do torcedor, porque mesmo que os dirigentes passem, os jogadores passem; o que fica é o torcedor. Ele defende as cores do seu time mesmo que, de repente, a sua camisa se torne cor de rosa... Ele defende as cores de sua bandeira, mesmo quando insistem em compará-la a um pano de chão. Quando falam mal de seu time, buscam no baú da memória as glórias de um time do passado, que nem mesmo ele pôde comemorá-las. Lembranças longínquas ...

Mas, o mais triste, por ser o mais real, pode ser  a comparação dos nossos times atuais Sim, porque o presente é o que vale. Aliás, acho bastante ridículas as estatísticas baseadas em retrospectivas centenárias ou que seja decenais, para justificar favoritismos ... Mais do que isso, o que vale é o confronto direto, apesar que sempre vai haver aquela desculpa de que fulano, beltrano e sicrano estavam machucados, impedidos pelo departamento médico de jogar, quando a culpa não cai nas costas da arbitragem, e por aí vai ...

E assim, vão surgindo as anedotas, aquelas piadinhas sem graça ( só quando atingem a mim e/ou ao meu time, é claro!). Nas redes sociais, então, o confronto é bastante direto. A torcida de um também é para que o time do outro perca, para que ele não se vanglorie daquela vitória e até mesmo para que o mesmo pare de contar com o ovo no fiofó da galinha ...

No meu convívio há, na sua maioria, bastante atleticanos. Pessoas batalhadoras, honestas, tudo gente boa e muito apaixonadas. No momento em que se aproxima a decisão final da Libertadores da América, resolvi dar-lhes uma "trégua". Um time que tem em seu escrete um Victor, Rever, Ronaldinho Gaúcho, Tardelli, Jô, Bernard, Luan e outros menos importantes, merece ser campeão das Américas pelo que tem desempenhado até agora, mesmo que e apesar de, tenham que iniciar um jogo perdendo de 2 X 0 ...

E como gosto bastante destes atleticanos - meus chegados - independente do resultado, imploro que não tenham um ataque cardíaco, pois, preciso de vocês, vivinhos, para que possamos continuar esta zoação, até mesmo porque já temos um clássico marcado para o próximo domingo.

E, desde já, já vou dizendo-lhes: Não sou nenhuma Maria, não, tá?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo !! Seu comentário é muito importante!