Translate

Loading...

Siga o Leão...

terça-feira, 15 de maio de 2012

A ADMINISTRAÇÃO DOS EQUÍVOCOS


Ultimamente tenho estado ocupado com outros afazeres, de forma que não tenho podido postar nada... Mas, tenho acompanhado os acontecimentos através de nossos jornais e, confesso estar estupefato, para não dizer p ... da vida e outros bichos mais, diante de tanta incompetência (safadeza?) daqueles que deveriam primar pela boa conduta, uma vez que ocupam um cargo público e que a natureza do mesmo inspira competência técnica e não política: O prefeito-advogado e procuradores jurídicos.

Por outro lado, depois de tanta patacoada jurídica cometida pelo executivo logo no início de seu mandato, quando se descobriu "equívocos" na sua prestação de contas, seguido atualmente, da questão dos mototaxistas, das permissões de uso, e agora, mais um "equívoco" na documentação do acordo coletivo do SINTRAMON ...

Aí, vem o Belmar Diniz reclamar que o Ministério Público está administrando a Prefeitura... Meu caro Belmar, você foi bastante infeliz no seu pronunciamento na câmara. Uma das principais funções do legislativo é fiscalizar a execução de uma lei. Será que o legislativo tem desempenhado bem esta função? Se não, o Ministério Público tem que se envolver... Aliás, até hoje não se averiguou a legalidade do investimento na Prandinet ... Nós, educadores, não nos esquecemos disso não ...

Agora, com relação a "peitar" o Ministério Público; Leonardo Diniz e Carlos Moreira, na época, peitaram o MP por entenderem que não estavam à margem da lei e, portanto, bem assessorados. Já, o Prandini, apesar de "entender?" de leis ...

2 comentários:

  1. Veja bem, uma vez um filho de um vereador e a filha de uma vereadora postaram comentários sugerindo que eu deveria participar das reuniões da câmara,exercendo assim a minha parte como cidadão, para ver a seriedade do trabalho dos caros edis.
    Pense comigo, participar para que? perder tempo para que? Eles não perdem tempo em fiscalizar nada.
    A coisa anda na corda bamba, só pensam em politicagem. E mais uma vez quem perde com isto somos nós eleitores e moradores de João Monlevade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Vilney ... Há pouco anos atrás ouvi dizer que quando determinados locais inspiram desconfiança, desordem, bagunça, onde nada dá certo, é porque foi enterrada, no passado, uma cabeça de boi por ali ... No caso da câmara pode fazer sentido. Há fortes indícios de que os Bicalhos criaram gado por ali ...
      Estou pensando, se a a ideia do pastor vingar, em pedir para escavarem mais fundo. Quem sabe a gente não desenterra isso logo ...

      Excluir

Seja Bem Vindo !! Seu comentário é muito importante!