Translate

Loading...

Siga o Leão...

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

NÃO ESTÁ BOM NEM VAI MELHORAR

Depois de ver o triste, para não dizer medíocre, desenrolar dos resultados da fatídica mudança da lei que regulamenta as eleições para diretores das escolas municipais, estou eu aqui a meditar no que vai dar a convivência dos futuros diretores eleitos (?) com a atual secretaria de educação.

Primeiramente é preciso observar a jogada política - e por que não dizer politicagem? - da administração, tentando atrair os seus simpatizantes para se candidatarem: O que não aconteceu. Pelo contrário, as poucas chapas inscritas são da chamada "oposição". Mais triste ainda é observar que até a educação já está sendo infectada pela politicalha ...

Em segundo lugar, vê-se que em função do exposto acima, a existência de chapa única concorrente à eleição, acaba mascarando a tão propalada democracia, uma vez que você não tem outra opção. Ou você vota pela continuidade dos opositores no poder, o que pode prejudicar todo o andamento do processo de ensino-aprendizagem, ou você anula o seu voto, por não querer a continuidade e, ao mesmo tempo, para pagar para ver quem se atreveria a aceitar uma futura nomeação, caso aquela chapa única não consiga os 50% mais 1 dos votos válidos.

Por outro lado, já que o voto do aluno acaba tendo um peso elevado, seria necessário um trabalho de conscientização do mesmo, mostrando a ele que este tipo de eleição (chapa única), consiste numa avaliação do trabalho daqueles diretores que se candidatam à reeleição. E isto não pôde ser feito. O aluno recebeu uma cédula para marcar um "X" no quadrinho único, da chapa única e mais nada, com uma severa ordem de não poder escrever nada além de um "X", sob pena de anulação do "supremo direito ao voto", sem que lhe fosse oferecida até uma possibilidade de "votar em branco" para experimentar uma direção nomeada.

Por causa da "burrice" da administração pública e pela malandragem viciosa do processo eleitoral é que não posso compactuar com este estelionato eleitoral, que estão fazendo com a educação. Preferiria não votar, porque bom não está e não acredito que vai melhorar.