Translate

Loading...

Siga o Leão...

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012


PEGANDO PESADO

O Ministério da Educação (MEC) divulgou na segunda-feira, ontem, o novo piso salarial nacional para professores, que passa de R$ 1.187 para R$ 1.451,00 (22,22%), retroativo a janeiro. 

Lei do Piso determina que nenhum professor pode receber menos do valor determinado por uma jornada de 40 horas semanais. Questionada na Justiça por governadores, a legislação foi confirmada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado. Entes federados argumentam que não têm recursos para pagar o valor estipulado pela lei. O dispositivo prevê que a União complemente o pagamento nesses casos, mas desde 2008 NENHUM estado ou município recebeu os recursos porque, segundo o MEC, não conseguiu comprovar a falta de verbas para esse fim.
Governadores e prefeitos estão fazendo uma brincadeira de tremendo mau gosto. É uma falta de respeito às leis, aos trabalhadores e aos eleitores tendo em vista as promessas que eles fazem durante a campanha de mais  valorização ao profissional da educação.
Em Monlevade não poderia ser diferente. Depois de 63 dias de paralisação, a categoria somente conseguiu um reajuste de 6,31% em dezembro/2011 não-retroativo a Abril do mesmo ano. O pagamento do PISO encontra-se na justiça. Enquanto isso, nossos vencimentos vão sendo achatados, gerando uma enorme bola de neve enquanto a máquina administrativa continua inchando, principalmente neste ano eleitoral. Para isto, basta comparar a folha de pagamento da educação de dezembro/2011, com a de fevereiro/2012.
Há muitas perguntas que não nos foram respondidas, como por exemplo: Por que até hoje o secretário de educação, juntamente com o prefeito municipal,  não foi ao MEC buscar a tal complementação que a lei prevê?
Enquanto isso a Secretaria de Educação faz parceria com a Mittal, num famigerado projeto federal denominado  Mobilização, que tem por finalidade aproximar mais a família da escola, objetivando principalmente melhores notas no IDEB, onde uma das condições para a eficácia do projeto é a valorização do professor.
Ontem, dia 27/02, a equipe técnica da Mittal, encarregada de direcionar o projeto, deu com os burros n’água ao encaminhar tal projeto no Centro Educacional.  Os professores, por unanimidade rejeitaram o projeto.  Onde estava o secretário de educação ou qualquer funcionário da secretaria de educação naquela hora, que não pode comparecer para ajudar a vender o seu peixe?
Poderíamos até fazer um bom uso do projeto, levando a comunidade para dentro da escola e promover um verdadeiro rebuliço, retirando os lixos que estão escondidos por debaixo do tapete da educação, desviando assim o foco do projeto ...
Portanto, senhores Prefeito e Secretário de educação, o dia em que houver uma valorização efetiva do educador municipal, vamos, sim, abraçar todos os projetos advindos da SME. mesmo sabendo dos dividendos  político-eleitorais a serem arrecadados para a permanência dos senhores no poder.
E, parafraseando o Senhor Prefeito durante a negociação do ano passado: “ Nós, verdadeiros educadores, vamos pegar pesado com vocês neste ano. Te cuidem!”


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012


NÃO CONFIO... PORQUE DESCONFIO


Não confio em certos políticos, porque desconfio que eles querem fazer da política uma profissão e não um constante servir ao bem comum.
Não confio em certos jogadores de futebol, porque desconfio que eles são mercenários de uma arte maravilhosa.
Não confio em certas mulheres, porque desconfio que elas, sabendo do real interesse dos homens, fazem-se de difíceis.
Não confio em certos homens, porque desconfio que eles não dão o devido valor à mulher que tem.
Não confio em certos pastores, porque fazem do cristianismo um comércio de almas, através da pregação da teologia da prosperidade.
Não confio em certos professores, porque desconfio que eles dizem que são educadores, porque não tinha outra profissão a seguir.
Não confio em certos alunos, porque desconfio que eles vão à escola para ficarem livres dos pais.
Não confio em certos pais, porque desconfio que eles mandam os filhos para a escola para ficarem livres deles em casa.
Não confio em certos cachorros, porque desconfio que por amarem demasiadamente seus donos, odeiam os amores dos donos.
Não confio em certos advogados, porque desconfio que são capazes de defenderem o carrasco da própria mãe, dependendo do valor da causa.
Não confio em certos padres, porque desconfio que eles amam mais a Mãe do Filho que o Filho da Mãe.
Não confio em certos juízes, poque do mesmo papel em que lavrou a sentença contra um adúltero, rasgará um pedaço para nele escrever uma linhas amorosas à esposa de um colega.
Enfim, só CONFIO em DEUS, que entregou, por amor, o seu único filho, para ser imolado naquele madeiro em remissão dos pecados meus, dos seus e de todos aqueles dos quais DESCONFIO ...


sábado, 25 de fevereiro de 2012



EU SÓ QUERO É SER FELIZ ...


Hoje eu não vou reclamar. Hoje eu não vou dar moral para os hipócritas, políticos incompetentes e intransigentes e nem pra essa gente metida a besta que se esforça pra tentar fingir que eu não existo.

Hoje eu não quero saber dos falsos amigos, dos mentirosos e, muito menos, daqueles que medem as pessoas pela grana que possuem ou pelo carro que dirigem.

São 6 horas da manhã de Sábado e eu só penso em ter mais um restinho fim de semana legal na minha vida. Não importa se está chovendo ou fazendo frio, mas eu quero viver um dia ímpar e plenamente especial.

Quero abrir o jornal logo pela manhã e ler uma manchete dizendo: “ A dívida da Prefeitura de Monlevade será zerada até o fim do ano”. Quero ver nos jornais que nenhum terremoto, furacão ou tsunami arrasou a terra, e que mais ninguém no mundo passa fome. Õba! Hoje vou ganhar mais uma hora de vida neste fantástico mundo do faz-de-conta ... fim do horário de verão!

Hoje eu não vou reclamar dessa vida louca, onde as pessoas idolatram o dinheiro e desprezam o amor. Hoje eu quero ir até a padaria da esquina e arrancar um sorriso franco da moça do caixa, sempre tão carrancuda e de mal com a vida. Quero receber o carteiro no portão da minha casa com a máxima cordialidade, mesmo que ele me traga apenas envelopes com contas pra pagar.

Quero caminhar pelas ruas e ver as pessoas felizes, andando de mãos dadas, trocando gentilezas e ignorando os preconceitos.


Hoje eu não quero falar das fraquezas humanas e nem das mazelas que contaminam o cerne da nossa sociedade.

Não quero falar e nem pensar nas sacanagens habituais promovidas pelos desonestos senhores e senhoras que nos governam. Isso estragaria o meu dia. Isso eu não quero. Hoje eu quero mais do que simplesmente acordar e abrir a janela do meu quarto.

Hoje eu quero mais é dar mais atenção à minha filhinha, que está aprendendo a andar de bicicleta  e pescar tilápias num córrego qualquer ou, quem sabe, naquele lago lá do sítio do Acácio....

Hoje eu quero esquecer todos os problemas e reunir meus colegas prá bater uma bola,  fazer um churrasco, tomar umas cervejas, jogar sinuca, torcer pela vitória do Cruzeiro, abraçar com força todos aqueles que quiserem estar na minha companhia e sorrir...
Apenas...

Hoje eu não quero reclamar de nada. Hoje eu só quero poder olhar pro lado e ter o discernimento de perceber que existem pessoas enfrentando dificuldades muito maiores do que as minhas e, com isso, me sentir feliz pela vida que eu tenho, por estar vivo e por poder expressar a minha gratidão por tudo que eu já conquistei.

Hoje eu quero enxergar somente as coisas boas da vida. Quero reservar este dia para agradecer ao meu Deus por tudo que Ele tem feito por mim; por tantas pessoas fantásticas que já cruzaram o meu caminho; pela família “ainda sólida” e exemplar que eu tenho; pelo trabalho digno e honroso (EU SOU UM EDUCADOR!) do qual provém o meu sustento e por tantas coisas boas com as quais eu tenho sido abençoado e que, talvez eu nem as mereça.

Hoje eu não vou reclamar. Hoje eu tirei o dia apenas para caminhar de cabeça erguida e ser feliz... Simplesmente, ser FELIZ.
















sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012


ESPECULANDO...



Depois de ver análises políticas de tantos companheiros, resolvi passar a limpo um rascunho de mais de um mês e dar meu pitaco também. De repente, podemos até bolar um “bolão de candidatura” ...

Diante da inelegibilidade do Moreira e Conceição Winter, o quadro sucessório na política monlevadense começará a se desvendar dentro em breve.

O PT, depois de queimado pela desastrosa aliança com o PV, acredita-se que, dificilmente, tal aliança se repetiria, pois poderia haver muitos rachas no partido,  como aconteceu com o PDT nas últimas eleições.

Sendo assim, O PT pode lançar uma candidatura solo, composta por Dr. Laércio e Gentil Bicalho, confiando no poder invejável de mobilização do partido e naquela tese de que quem tem administrado a cidade é o PV... que a estas alturas pode sair de campo ou não, pois Prandini está gostando do “brinquedinho” e pode se aliar àquele que parece estar também gostando de “gastar”: Pastor Carlinhos. Não se assustem!...

Outra composição pode ainda acontecer, liderada por Dorinha Machado, podendo em última hora, alinhavar uma aliança com o PT, de acordo com a mexida das peças abaixo.

Por fora, ainda correm os outros pretensos candidatos como Dr. Railton, Zezinho Despachante e Delci Couto, com a possibilidade da entrada de Lucien Marques fazendo dobradinha com um dos 3, sob as bênçãos de Mauri Torres. Silvano Lopes, embora afastado do meio político, aparece timidamente no páreo.

Sendo assim, é possível que surjam pelo menos 3 chapas concorrentes à nossa prefeitura. É esperar para ver ...

Mas uma coisa é certa; quem se candidatar já saberá que se eleito for, vai pegar um tremendo de um rabo de foguete nas mãos: Muitas dívidas, muitas cobranças nos setores da Saúde e da Educação e em outras áreas que ainda estão por serem estragadas pelo Prandini, se já não foram ...

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012


QUARESMA:
Tempo de Conversão e Partilha



Quaresma, quarenta dias de preparação para a celebração da páscoa, a festa mais importante para o cristão. Quarenta dias que lembram a caminhada do antigo Povo de Deus através do deserto, para libertar-se da escravidão do Egito e conquistar a Terra Prometida. Quarenta dias, que recordam a luta inicial de Jesus, também no deserto, para vencer meios fáceis e falsos de felicidade e iniciar o anúncio do verdadeiro Reino de Deus.

Acontecimentos tão importantes não podem ser esquecidos e, mais do que relembrados, devem ser atualizados como experiência pessoal e comunitária. Por isso a importância de celebrar a fé que professamos, pois celebrar é viver. Para nós, cristãos, celebrar o ápice de nossa fé: a ressurreição de Jesus Cristo.

A Quaresma tem seu início na Quarta-feira de Cinzas e seu término no começo da Eucaristia vespertina da Ceia do Senhor, na Quinta-feira Santa.
O tempo da Quaresma poderá ajudar-nos a relembrar as propostas de Cristo, e a fazer uma revisão em nossa vida, para reforçar o que houver de bom e consertar o que não estiver bem, e tomar as decisões convenientes. Tradicionalmente a Quaresma é marcada pelas idéias de oração, penitência e fraternidade. É tempo de Oração, de contato intenso com Deus, de diálogo mais comprometido e de reflexão mais séria. Penitência, vem a ser o nosso reforço para nos concentrar no que realmente importa, sem nos prender em ilusões. Tempo de Fraternidade ou tempo de Partiha mais generosa, de atenção redobrada às necessidades de nossos irmãos de perto e de longe.

Portanto, nesta Quaresma, somos convidados a nos preparar para a Páscoa de Jesus, para que, realmente, o que celebramos seja atualização de nossa páscoa em Cristo, o nosso renascer em Cristo. O que se exige nesse período é sempre uma abertura maior para a Palavra de Deus e intensa dedicação ao exercício de uma caridade verdadeira e ativa, o que nos levará à conversão, isto é, mudança de forma de pensar e de agir, da mente e do coração.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012


O DESERTO DA TENTAÇÃO




Antes de iniciar sua vida pública, logo após ter sido batizado por João no rio Jordão, Jesus passou 40 dias no deserto. Esse retiro de Jesus mostra a necessidade que Ele teve em se preparar para a missão que O esperava. Contam os Evangelhos que no deserto Jesus era conduzido pelo Espírito, o que quer significar que vivia em oração e recolhimento, discernindo a vontade de Deus para Sua vida e como atuaria a partir de então. No tempo que passou no deserto Jesus teve uma profunda experiência de encontro com o Pai. E, tendo vivido intensamente esse encontro, foi tentado pelo diabo. 

As tentações que Jesus viveu – e venceu! – são-nos apresentadas como aquelas que também nós vivemos e precisamos vencer. Jesus havia experimentado o encontro com o Pai em sua totalidade, no silêncio e na solidão do deserto. Estava, pois, cheio do Espírito que Lhe revelava o amor incondicional do Pai e a dimensão inimaginável do poder desse amor se o vivermos em sua plenitude. É aqui que a natureza humana se revela em fragilidade: Se pudermos ter um minuto que seja do poder do amor que existe em nós, o que faremos com esse poder que nos é dado? 

O diabo tenta Jesus nas coisas simples, nas vontades mais básicas: a saciedade da fome, o desejo de poder e riqueza, no querer ser superior a tudo e a todos. Sentimentos que todos – homens e mulheres – carregamos em nossos corações. Sentimentos que não são ilícitos se canalizados para os seus devidos fins, mas cuja linha que separa o bom do mau fim é tão tênue que só a vida no Espírito é capaz de reconhecer e não nos deixar escapar. Eis aí outra fragilidade humana: Quantas vezes nos encontramos fragilizados para escolher entre o bem e o mal?

Foi por ser plasmado no Espírito, configurado pelo Revelador, que Jesus pode resistir às tentações que o diabo lhe apresentou. Diabo que não é uma figura lendária, mas o desejo que existe dentro do nosso próprio coração e que existiu dentro do coração daquele que era Deus, mas que foi homem em plenitude. Porém, a divindade que existia em Jesus venceu a humanidade e conseguiu, assim, superar o Mal. Se somos filhos de Deus, porque, as vezes, não permitimos que a nossa divindade (espírito bom) também supere o mal? 

Da experiência no deserto certamente Jesus carregou consigo a certeza de que muito facilmente o Mal nos invade e estraga o que Deus planeja para cada um. A certeza de que Ele era apenas o Filho e não o Pai, e que, enquanto Filho, cabia-Lhe a missão de levar o amor do Pai a cada um de seus irmãos terrenos. A certeza de que a vivência no Espírito é a salvação para um mundo, cuja oferta de valores diverge em muito daquilo que o Pai oferece. A certeza de que são necessários muitos outros desertos para que se possa tomar o distanciamento, para que se possa ver com os olhos da alma e os olhos de Deus, para que se possa sentir o calor do Espírito no coração, para, então, enfrentar a missão e poder ser testemunho vivo do Senhor. Deus nos ama e tem um plano maravilhoso para a nossa vida. Portanto, não deixemos que as tentações do deserto de nossa vida estraguem o que Deus planejou para cada um de nós ... 










segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012


O QUE É O CARNAVAL ...

Quando chega o Carnaval sempre me vem à lembrança os carnavais de clube da década de 70, quando a filosofia do carnaval nos permitia desfrutar desta festa da alegria sem nenhum complexo de culpa. E olha que ainda naquele tempo alguns foliões acabavam de sair da festa momesca na quarta feira de madrugada e aguardava a missa das 7, com confete ainda na cabeça, para receber as cinzas - a fim de  pagar os pecados do carnaval - como diziam uns. Mas, mesmo assim, ainda era mais saudável ... Hoje, as tentações são maiores...

Nos tempos atuais há uma necessidade de um grande aparato de cuidados: Trânsito, Álcool, Sexo, Aids, Drogas ... As propagandas de preservativos estão bombando em todas as redes. Há até uma marca em sete linhas, entre elas, a Teen. Há também uma propaganda feita pela cantora Cláudia Leite alertando para que se evite usar jóias, pouca roupa, bebidas alcoólicas em excesso e fazer sexo sem camisinha ...  o que levou o CQC da Band a até fazer uma sátira: Não vou ao carnaval na Bahia, não. Quem é que vai querer ser roubado, estuprado e de quebra, contrair  Aids...?

Assim, hoje, é o Carnaval: coisificado pela banalização do sexo e da alegria. 

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012


MARCHINHAS DE CARNAVAL


Veja as Marchinhas de Carnaval que você não viu no pré-folia de Monlevade:

(JARDINEIRA)

Oh, Monlevade por que estás tão triste
Mas o que foi que te aconteceu
Sei que aqui tem muito quebra-galho
E os quais me refiro
Um é filho teu.

Vem Monlevade
Vem Meu amor
Não fiques triste
Tu vais estar nas mãos de Deus
Tu vai ficar bem na fita
Sem Martino e Tadeu.



(AS ÁGUAS VÃO ROLAR)

Agora eu vou falar

Mais de um mandato 
Eu não posso aceitar

Então eu falo e escrevo,
 escrevo, escrevo, escrevo 
prá ver se o povo
passe a enxergar.
São três anos de pura enganação
Tá faltando um só prum adeusão...
Pois com esse prefeito no comando
Nossa cidade vai acabar. 

Mas se ainda o povo não aprender
E eleger novamente o Prandinão
Eu pego, pego, pego a minha mala
Nesta cidade, moro mais não.
Vê se aprende a votar


(EU VINHA PELA MADRUGADA)

Encontrei com a mãe do guarda
Muito tristonha e desanimada
Perguntei por que tanto pesar
Nada me disse, pôs-se a chorar.
Então falou que ia indo
Que não podia mais ficar, não.
Porque o prefeito está querendo
Deixar nossa cidade na mão.

Laia, laia La laia La ia lá


(VEM CHEGANDO A MADRUGADA)

Nunca vi tanta cagada no
governo da meninada
Seu chefe é muito devagar
De vagar quase parando.

Vamos deixá-lo em paz
Alguns meses não é nada
Prá esperar que esse doutor
Pare de fazer cagada.


(HOJE EU NÃO QUERO CHORAR)

Hoje eu vou desabafar
Não posso mais  esquecer
Que um dia joguei  meu voto fora
Pensei que tudo ia melhorar...
La, la, laia, la

Não vou mais te eleger
Vou eleger outro em seu lugar.

La ia laia

Quero um prefeito estampa fina
Que só faz o que o povo autorizar
Que administre nossa cidade
Sem pensar que é só asfaltar
E se aparecer outro mandão
Será despachado pro Sudão.

Laia laia

















sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012


AGORA, FAZ. AGORA...PODE!... (I)


Pelo visto, a partir de agora, estarei  postando em capítulos, já que a cada dia descobriremos alguma coisa que a atual administração nunca fez, nunca quis fazer, nunca pôde fazer, mas agora ... PODE!

Rememorando a postagem anterior, vimos que nestes três anos de governo, foi impossível para a Secretaria Municipal de Educação  desviar um profissional da educação de sua função para coordenar projetos importantes para a escola. Agora, pelo que eu já VÍ, uma secretária geral, diga-se de passagem, já aposentada, dois professores de Língua Portuguesa e um de ciências já estão ocupando  outro cargo, sem ter prestado concurso para o mesmo. AGORA, PODE!...

Agora, acabo de saber através do A NOTÍCIA que  estagiários da prefeitura receberam aumento que variam de 14% a 100%. Eu Gostaria de saber quanto os funcionários efetivos receberão de aumento, já que dar um aumento exorbitante para os estagiários, AGORA, PODE!...

Ontem, enquanto o SINTRAMON se reunia com servidores em assembléia para aprovação da pauta de negociação, a administração se reunia com os funcionários concursados da educação para apresentar-lhes o que a administração tem feito (?) ... além de ter feito o mesmo com os de outras áreas, em Dezembro. Que administração receptiva!...

Em tempo: Ainda não entendi o porquê da propaganda no Folhetim Mãos à Obra:” EMBARQUE NOS ÔNIBUS MUNICIPAIS PELA PORTA DA FRENTE JÁ ESTÁ EM VIGOR”.  A quem cabe a responsabilidade de dar esta informação? Será que não é para justificar o aumento da tarifa, que está prestes a acontecer? Ou será que a ENSCON virou autarquia da prefeitura e ninguém está sabendo?

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012


AGORA, PODE!?



A administração municipal está pagando caro por fazer uso de dinheiro público para fazer politicagem, agradando aos seus correligionários e desagradando boa parte daqueles que, mesmo que não tenha sido  cabo eleitoral do prefeito, votaram num projeto político que,  aliás, até hoje, não saiu do papel.

É que recentemente, o pessoal do Andrade e Bairro José Elói fizeram protesto. Hoje pela tarde, segundo registros feitos pelo blog Monlewood, foi a vez dos moradores do Belmonte. Todos querem que o asfalto chegue à sua rua, também ... Onde está a tão propagada participação popular? Quais serão os próximos a protestar?

Da mesma forma, começa a acontecer na Educação. Há suspeitas de contratações irregulares de professores, bem como de professores em desvio de função para cargos para os quais não houve concurso público, além de funcionários já aposentados em funções inexistentes, enquanto estão sendo  contratados concursados para os seus respectivos lugares. Quem vai pagar esta conta? O FUNDEB?

Atenção, senhores vereadores! O seu papel é de fiscalizar os atos do executivo, inclusive e principalmente, em ano eleitoral ... Até então, muita coisa não podia. Agora,  tudo pode...